You are viewing the Portuguese (Brazil) site, but your language preference is set to English. Switch to English site →

Menu

Expand
Rate this page:

Elastic SIP Trunking

Conecte-se à infraestrutura de comunicações de IP:

Documentação da API REST:

Requisitos

Para usar o Elastic SIP Trunking da Twilio, você precisará garantir o seguinte:

  • Um elemento de rede habilitado para SIP (por exemplo, Controlador de borda de sessão, Servidor de chamadas SIP, IP-PBX, SIP-PRI IAD etc.) com acesso à Internet.
  • Largura de banda suficiente para suportar o pico de tráfego de chamadas. A largura de banda de pico pode ser determinada por:

    • Largura de banda de pico do SIP Trunk = Máx. de chamadas simultâneas x 100 kbps

    O valor de 100 kbps reflete a largura de banda necessária para o codec G711 mais o espaço suficiente para sobrecarga.

Dashboard (Portal)

Faça login no console e vá para a seção "Elastic SIP Trunking". Seu [Dashboard][portal] será exibido e fornecerá uma visão geral de alto nível do seu uso de tronco telefônico: Minutes, Calls & Cost (minutos, chamadas e custo).

No menu de navegação à esquerda, você verá links para:

  • Overview (Visão geral): Comece aqui, revise documentos de tutorial ou acesse os preços dos &recursos.
  • Manage (Gerenciamento): Troncos de acesso, listas de controle de acesso IP, listas de credenciais ou informações de rede.

Manage (Gerenciamento)

No menu "Manage" (Configuração), você tem acesso a todos os aspectos da configuração dos troncos. Você verá links para:

  • Trunks (Troncos): lista dos SIP Trunks existentes. Crie, exclua e configure os troncos.
  • IP Access Control Lists (Listas de controle de acesso de IP): gerencie as listas de controle de acesso de IP (um conjunto de IPs que têm permissão para acessar o domínio SIP).
  • Credential Lists (Listas de credenciais): gerencie as credenciais de usuário (um conjunto de nomes de usuário e senhas que podem acessar o domínio SIP).
  • Networking Info (Mais informações sobre redes): informações importantes sobre a plataforma da Twilio necessária para configurar a infraestrutura de comunicações.

Trunks (Troncos)

O Elastic SIP Trunking da Twilio é uma solução baseada em nuvem que oferece conectividade para a infraestrutura de comunicações baseada em IP a fim de criar conexão com a RPTC. O objetivo dessa solução é fazer e receber chamadas telefônicas com o "resto do mundo" por meio de qualquer conexão de banda larga com a Internet.

Um tronco é composto pelas seguintes configurações:

Elastic SIP Trunking Diagram

  • General (Geral): forneça um nome fácil para o tronco e veja o identificador exclusivo (SID do tronco) dele.
  • Termination (Terminação): defina as configurações para alocar o tráfego de saída da infraestrutura de comunicações para a RPTC.
  • Origination (Origem): defina as configurações do recebimento do tráfego de entrada nos números Twilio para enviar chamadas da RPTC para a infraestrutura de comunicações.
  • Numbers (Números): permite associar números a um determinado tronco e ver todos números atualmente associados a um tronco.

No item da barra de navegação [Trunks][trunks] , você pode ver uma lista completa de Elastic SIP Trunks e clicar em cada um para modificar a a configuração do número em questão. Você também pode excluir um determinado tronco dessa exibição.

Criar um tronco

Na barra de navegação [Trunks][trunks] , clique em "Create New Trunk" (Criar novo tronco) para criar um novo tronco. Isso também pode ser feito na seção [Getting Started] (Iniciar)[getting-started] .

General settings (Configurações gerais)

Essas configurações se aplicam a todo o tronco, independentemente da direção do tráfico.

Friendly Name (Nome fácil)

Forneça um nome fácil para o tronco.

Trunk SID (SID do tronco)

Esse é o identificador exclusivo deste tronco. Ele é atribuído automaticamente assim que você cria um tronco.

Call Recording (Gravação de chamadas)

Nessa lista suspensa, você pode ativar a gravação de chamadas para o tronco em questão. Quando habilitada, todas as chamadas são gravadas (tanto as de tráfego de origem quanto as de terminação), em um modelo de consumo com pagamento por utilização. É possível selecionar opções de gravação para um único canal ou canais duplos. A configuração padrão de um tronco é "Do Not Record" (Não registrar). Você pode selecionar:

  • Do Not Record (Não gravar): a gravação está desabilitada neste tronco.
  • Record from ringing (Gravação a partir do toque sonoro): a gravação começa quando o toque começa a soar.
  • Record from answer (Gravação a partir da resposta): a gravação começa quando uma chamada é atendida.
  • Dual Record from ringing (Gravação dupla a partir do toque sonoro): a gravação começa quando o toque começa a soar. Ambas as faixas são visualizadas separadamente.
  • Dual Record from answer (Gravação dupla a partir da resposta): a gravação começa quando uma chamada é atendida. Ambas as faixas são visualizadas separadamente.

Duração da chamada estendida

A Twilio estendeu a duração máxima da chamadas de Elastic SIP Trunking de 4 para 24 horas. Isso permite que a empresa tenha conversas prolongadas que duram mais de 4 horas. Veja os detalhes aqui.

Tronco telefônico seguro

A criptografia garante que a mídia da chamada e a sinalização associada permaneçam privadas durante a transmissão. O protocolo TLS (Transport Layer Security, segurança da camada de transporte) fornece criptografia para sinalização SIP, e o SRTP (Secure Real-time Transport Protocol, protocolo de transporte seguro em tempo real) fornece criptografia para conteúdo de chamada/pacotes de mídia. Saiba como habilitar e solucionar problemas de TLS em blog.

O protocolo TLS foi projetado para estabelecer uma conexão segura entre um cliente e um servidor que se comunicam por meio de um canal inseguro. O RFC 5246, especifica a versão 1.2 do protocolo TLS.

Especificações de TLS:

  • Versões de TLS compatíveis: TLSv1.0, TLSv1.1 e TLSv1.2.
  • Cifras compatíveis: ECDHE-ECDSA-AES128-GCM-SHA256,ECDHE-RSA-AES128-GCM-SHA256,ECDHE-ECDSA-AES128-SHA256,ECDHE-RSA-AES128-SHA256,ECDHE-ECDSA-AES256-GCM-SHA384,ECDHE-RSA-AES256-GCM-SHA384,ECDHE-ECDSA-AES256-SHA384,ECDHE-RSA-AES256-SHA384,AES128-GCM-SHA256,AES128-SHA256,AES128-SHA,AES256-GCM-SHA384,AES256-SHA256,AES256-SHA

OBSERVAÇÃO: A Twilio recomenda o uso da versão 1.2 do TLS

O SRTP fornece uma estrutura para a criptografia do RTP e RTCP. O RFC 4568, SDES (Session Description Protocol Security Descriptions, descrições de segurança para o protocolo de descrição de sessão) do SDP (Session Description Protocol, protocolo de descrição da sessão) para fluxos de mídia, define esse protocolo especificamente projetado para trocar material criptográfico usando um atributo de criptografia SDP recém-definido.

Especificações de SRTP:

  • Trunking Origination (origem de tronco telefônico): somente um único conjunto de criptografia é incluído: AES_CM_128_HMAC_SHA1_80
  • Trunking Termination (terminação de tronco telefônico): Os conjuntos de criptografia compatíveis incluem AES_CM_128_HMAC_SHA1_80 e AES_CM_128_HMAC_SHA1_32. Ambos podem ser incluídos na ordem de preferência.
  • O parâmetro MKI (Master Key Identifier, identificador de chave mestra) opcional não é compatível

Quando o tronco telefônico seguro está ativado, todas as chamadas não criptografadas são rejeitadas. Configure o uso do TLS em Origination Settings incluindo o parâmetro transport=tls . Se o parâmetro de transporte estiver em qualquer um de seus URIs especificando um transporte diferente (por exemplo, transport=udp), ele será ignorado e o TLS será usado. Por padrão, a porta 5061 é usada para TLS. No entanto, você pode especificar a porta que deseja usar no URI de origem.

Como importar o certificado da CA raiz Twilio

O TLS é usado para criptografar a sinalização SIP entre endpoints SIP. Para que isso funcione corretamente, é necessário que determinados dispositivos na rede importem um certificado SSL. A Twilio usa certificados de uma CA (Certificate Authority, autoridade de certificação). Você deve adicionar o seguinte certificado raiz à infraestrutura de comunicações para estabelecer a autenticidade dele na rede. Download Twilio's CA certificate.

A Twilio usa um certificado curinga que pode ser usado para vários subdomínios de um domínio (*.pstn.twilio.com). Se o elemento de rede não for compatível com certificados curinga, desative a validação do certificado.

Suporte a TLS/SRTP com Asterisk

O Asterisk é enviado com o driver chan_sip por padrão e funciona bem com a Twilio. No entanto, se você tiver algum motivo para executar o driver PJSIP com o Asterisk, observe o seguinte:

  • O Asterisk 13.8 cert2 é padronizado para PJSIP 2.5 e não funciona com a Twilio para fins de TLS/SRTP. Porém, as chamadas não criptografadas funcionam
  • O Asterisk 13.8 cert2 também pode usar o driver PJSIP mais recente, que no momento é o 2.5.5. A Twilio funciona bem com ele, apesar da exibição da seguinte mensagem no log:

PJSIP 2.5.5 outputs the following error but the call is still shown to work (gera o seguinte erro, mas a chamada ainda funciona).

Sep 27 13:03:56] ERROR[10886]: pjproject:0 :     tlsc0x7f217c03 RFC 5922 (section 7.2) does not allow TLS wildcard certificates. Advise your SIP provider, please!

O link a seguir é o guia de instalação de uma versão não agrupada do PJSIP Altere a versão para a 2.5.5 nas etapas.

Como instalar o driver de canal PJSIP

Transferência de chamada via SIP REFER

Quando a transferência de chamada está habilitada, a Twilio consome um SIP REFER de entrada da infraestrutura de comunicações e cria uma mensagem INVITE (CONVIDAR) para o endereço no cabeçalho Refer-To (Consultar). Para obter mais detalhes, acesse here.

Configurações de mídia

RTP simétrico

Em geral, a infraestrutura de comunicações IP deve usar seu endereço IP público no SDP, e esse será o ÚNICO destino para o qual a Twilio enviará mídia. No entanto, se você estiver passando por um NAT não compatível com SIP, é possível que não saiba seu IP público e seu SDP incluirá seu endereço IP privado, normalmente gerando problemas de áudio unilateral. A Twilio é capaz de resolver isso travando o fluxo de mídia RTP de entrada e enviando RTP para esse destino por meio da ativação do RTP simétrico.

Quando o RTP simétrico está ativado, a Twilio detecta a origem do fluxo RTP remoto e começa a enviar RTP para esse destino em vez de enviar para aquele negociado no SDP. Observe que essa configuração é mais vulnerável a ataques ao RTP.

Quando o RTP simétrico está desativado, a Twilio envia o RTP para o destino negociado no SDP. Essa configuração é considerada mais segura e, portanto, recomendada.

Configurações de terminação

Ao definir suas configurações de terminação, você poderá alocar o tráfego de saída da infraestrutura de comunicações na RPTC. Para usar um tronco para fins de terminação, ele deve ter um URI SIP de terminação e pelo menos um esquema de autenticação (listas de controle de acesso de IP e/ou listas de credenciais).

Elastic SIP Trunking Termination

URI de terminação

Configure um nome de domínio SIP para identificar exclusivamente o URI SIP de terminação para esse tronco. Esse URI é usado pela infraestrutura de comunicações para direcionar o tráfego SIP para a Twilio.

  • {example}.pstn.twilio.com

A Twilio recomenda que você use um traço em vez de um ponto para melhorar a legibilidade do seu domínio. No entanto, em alguns casos, talvez seja melhor um subdomínio como "a.b.pstn.twilio.com" do domínio de nível superior "b.pstn.twilio.com"

Um subdomínio como "a.b.pstn.twilio.com" pode ser criado sob os seguintes requisitos:

  • O domínio de nível superior (b.pstn.twilio.com) deve ser criado primeiro
  • O domínio de nível superior (b.pstn.twilio.com) deve ser criado pela mesma conta ou pela conta pai

Configurar um tronco na infraestrutura de comunicações (por exemplo, IP-PBX OU SBC)

Configure um tronco na infraestrutura de comunicações e o direcione para {example}.pstn.twilio.com a fim de gerar tráfego outbound para a Twilio.

URIs de terminação localizados

Se você deseja se conectar manualmente a uma localização de borda geográfica específica mais próxima à localização da infraestrutura de comunicações, aponte a infraestrutura de comunicações para qualquer um dos seguintes URIs SIP de terminação localizados:

  • {example}.pstn.ashburn.twilio.com (North America Virginia)
  • {example}.pstn.umatilla.twilio.com (North America Oregon)
  • {example}.pstn.dublin.twilio.com (Europe Ireland)
  • {example}.pstn.frankfurt.twilio.com (Europe Frankfurt)
  • {example}.pstn.singapore.twilio.com (Asia Pacific Singapore)
  • {example}.pstn.tokyo.twilio.com (Asia Pacific Tokyo)
  • {example}.pstn.sao-paulo.twilio.com (South America São Paulo)
  • {example}.pstn.sydney.twilio.com (Asia Pacific Sydney)

Você pode encontrar a lista de URIs localizados legados aqui. Por exemplo: {example}.pstn.us1.twilio.com

Redundância com URIs de terminação

O Elastic SIP Trunking da Twilio usa um FQDN ({example}.pstn.twilio.com) como um URI de terminação usado pela infraestrutura de comunicações para direcionar o tráfego SIP para a Twilio. Conforme explicado na seção anterior, os URIs de terminação localizados estão disponíveis.

Por exemplo, {example}.pstn.ashburn.twilio.com, esse FQDN específico é resolvido no seguinte Registro-A de DNS:

Digite Endereço IP TTL
A 54.172.60.3 10 min
A 54.172.60.0 10 min
A 54.172.60.2 10 min
A 54.172.60.1 10 min

Para cada local de borda, temos três a quatro endereços IP que são usados para fins de confiabilidade (consulte IP addresses. Cada um desses endereços IP representa uma borda pública exclusiva para nossos serviços de Elastic SIP Trunking na nuvem Twilio, distribuídos em várias zonas de disponibilidade para fins de confiabilidade.

É altamente recomendável que você não se vincule a um único endereço IP, mas sim utilize todos os endereços IP e faça failover caso um IP não esteja respondendo.

Uma estratégia comum implantada internamente é, se não houver resposta a um INVITE (CONVITE), vá para o próximo IP após quatro segundos. Também instruímos nossas operadoras a usarem essa mesma estratégia conosco. Uma única máquina por trás de um único IP sempre falha em algum momento. Portanto, a solução geral deve levar isso em consideração e se proteger contra essas falhas.

Além disso, se houver uma interrupção completa do Ashburn, é recomendável que você faça failover para outro edge location (por exemplo, se você estiver conectando ao ashburn, faça failover para umatilla). Lembre-se de que o local de borda, por sua vez, resolve para três a quatro endereços IP diferentes para fins de confiabilidade.

Autenticação

Configure os detalhes de autenticação para garantir a segurança/autenticidade do tráfego de terminação. Você deve configurar no mínimo uma ACL (Access Control List, lista de controle de acesso) ou autenticação de credencial. Se você configurar ambas, as ACLs e as credenciais serão aplicadas.

É altamente recomendável que você configure as credenciais do usuário. As ACLs de IP por si só não protegem contra certos tipos de ataques.

Para criar uma nova ACL:

  • Clique em"Create IP Access Control List" (Criar lista de controle de acesso IP) na seção "Authentication" (Autenticação).
  • Dê à lista de controle de acesso um nome fácil que descreva a lista de IPs. Algo como "Dallas Datacenter IPs" (IPs do data center de Dallas).
  • Adicione IPs à nova lista de controle de acesso de IP (é necessário que sejam os endereços IP usados para tráfego SIP outbound pelos elementos da borda da infraestrutura de comunicações, por exemplo, SBC).
  • Dê aos IPs um nome fácil que descreva o IP, por exemplo "Production SBC" (SBC de produção).
  • Clique em "Create ACL" (Criar ACL)

Para criar uma nova lista de credenciais:

  • Clique em "Create Credential List" (Criar lista de credenciais) na seção "Authentication" (Autenticação).
  • Dê à lista de credenciais um nome fácil que descreva o usuário que você está autenticando. Algo como "Admin, Twilio".
  • Insira um nome de usuário (é necessário que seja o nome de usuário usado para a autenticação de acesso Digest do tráfego SIP outbound pelos elementos da borda da infraestrutura de comunicações por exemplo, SBC).
  • Insira a senha correspondente para esse usuário.
  • Clique em "Create Credentials List" (Criar lista de credenciais)

Se você estiver usando credenciais de usuário, seu SIP INVITE (CONVITE SIP) receberá a mensagem 407 Proxy Authentication Required solicitando as credenciais de usuário apropriadas.

Ao final desta etapa, o tronco poderá processar chamadas de terminação provenientes da infraestrutura de comunicações, via Twilio, para a RPTC.

Números de ID do autor da chamada permitidos em chamadas de terminação

Você deve especificar um número de ID do autor da chamada que corresponda ao número virtual DID da Twilio em sua conta, ou um número de ID do autor da chamada verificado no Console ou com a API do ID do autor da chamada de saída.

Se um número de ID do autor da chamada não for especificado no campo From (De) do SIP INVITE (CONVITE SIP), o Remote-Party-ID ou o P-Asserted-Identity serão usados.

Em contas de teste, além de usar um ID do autor da chamada verificado, você só pode ligar para números que também são verificados. Para remover essa restrição, faça upgrade na sua conta pelo Console.

Como fazer sua primeira chamada de terminação

INVITE sip:+15108675309@{example}.pstn.ashburn.twilio.com SIP/2.0

Certifique-se de que todos os números de telefone enviados via SIP para a Twilio estejam sempre
no formato E.164 (por exemplo, +12128675309). Se o formato E.164 não for usado,
a chamada será rejeitada com uma resposta SIP 400 Bad Request (Solicitação incorreta SIP 400).

Certifique-se de que o número formatado E.164 sempre inclua o símbolo +. Esse prefixo de símbolo de adição é obrigatório.

Configurações de origem

Ao definir suas configurações de origem, você poderá receber tráfego de entrada da RPTC para um número Twilio, fornecido para a infraestrutura de comunicações. Com números de telefone disponíveis em mais de 100 países, a Twilio oferece um SIP Trunk que é realmente global. Se você estiver configurando o tronco para a origem, será necessário que pelo menos um número Twilio seja associado a ele.

Elastic SIP Trunking Origination

As configurações de origem definidas nesta seção serão aplicadas a todos os números associados a esse tronco.

URI SIP de origem

Configure seu URI SIP de origem, que identifica o ponto de entrada do elemento da rede para a infraestrutura de comunicações (por exemplo, IP-PBX, SBC). A parte do host do URI SIP deve ser um endereço IP ou um FQDN (Fully Qualified Domain Name, nome de domínio totalmente qualificado).

  • sip:172.56.42.132
  • sip:mysbc.com

A Twilio preenche automaticamente a parte do usuário do URI SIP com base no número Twilio para o qual a chamada da RPTC é destinada. Por exemplo, se a chamada da RPTC for recebida para o número Twilio +14158675309, que é associado a esse tronco, o URI resultante enviado para infraestrutura de comunicações será:

  • sip:+14158675309@172.56.42.132
  • sip:+14158675309@mysbc.com

Como alternativa, você também pode configurar uma parte específica do usuário (por exemplo, "anniebp") dentro do URI SIP de origem. Observe que o mesmo URI será usado para todos os números associados a este tronco. Portanto, se a chamada da RPTC for recebida para o número Twilio +14158675309, que está associado a este tronco, o URI resultante para a infraestrutura de comunicações ainda será o mencionado abaixo para todos os números de telefone:

  • sip:anniebp@172.56.42.132
  • sip:anniebp@mysbc.com

Observação: o número Twilio discado (+14158675309) é sempre transmitido em um cabeçalho SIP Diversion para chamadas de origem de tronco telefônico.

Cabeçalhos X

É possível enviar qualquer cabeçalho SIP começando com o prefixo X- , ao anexá-los ao URI SIP de origem. Por exemplo, você pode configurar: sip:+14158675309@mysbc.com?X-myheader=foo para enviar X-myheader:foo em todas as chamadas de origem.

O transport parâmetro

Por padrão, a Twilio envia solicitações SIP de origem para a infraestrutura de comunicações via UDP (User Datagram Protocol, protocolo de datagrama do usuário). Isso pode ser personalizado para ser enviado por TCP em vez de UDP. Para alterá-lo, use o parâmetro de transporte no URI SIP de origem:

  • sip:anniebp@172.56.42.132;transport=tcp

Como alternativa, você pode personalizá-lo para usar TLS para sinalização SIP. Ao usar o TLS, a porta padrão é a 5061. No entanto, uma porta diferente pode ser especificada. Para alterá-la, use o parâmetro de transporte no URI SIP de origem e, se preferir, especifique um número de porta diferente:

  • sip:anniebp@172.56.42.132:5062;transport=tls

Observação: a Twilio não oferece suporte às configurações de URI de origem do Elastic SIP Trunking usando o esquema de URI sips para ativar a criptografia completa. No entanto, oferecemos suporte a esquemas de URL sip por meio do código transport=tls para criptografia ponto a ponto.

Se você configurar os URIs de origem do Elastic SIP Trunking para usar esquemas sips, esses URIs sips serão tratados como se fossem URls sip usando transporte TLS. A Twilio ajusta o URI internamente para que seja roteado usando o esquema sip e transport=tls nas mensagens outbound, o que resulta em criptografia ponto a ponto entre a Twilio e o equipamento do cliente.

A Twilio recomenda não usar esquemas sips em configurações SIP da Twilio, pois isso pode causar um comportamento possivelmente indesejado, devido à maneira como processamos esses URIs. Em vez disso, sugerimos o uso de esquemas sip com transporte TLS. Este método, junto com a segurança de nossa arquitetura de voz e Super Network, é uma forma eficaz de adicionar criptografia às suas conexões SIP da Twilio.

O edge parâmetro

Para especificar a edge geográfica da qual a Twilio enviará o tráfego SIP de origem para a infraestrutura de comunicações, inclua o parâmetro edge em seu URI SIP de origem. Por exemplo, se o parâmetro edge=dublin estiver incluído em seu URI SIP de origem, a Twilio enviará o tráfego SIP do local de borda Europa Irlanda:

  • sip:anniebp@172.56.42.132;edge=dublin

Se o parâmetro edge não for especificado, a Twilio enviará o tráfego SIP de origem do local de borda por onde a chamada RPTC entra.

Observação: permita IP addresses do local de borda da Twilio para sinalização SIP e tráfego de mídia RTP.

Esse parâmetro era chamado de region e ainda é compatível. Veja uma lista de identificadores de regiões legadas aqui (por exemplo: sip:anniebp@172.56.42.132;region=ie1).

Como usar URIs SIP de várias origens

É possível configurar até 10 (dez) URIs SIP de origem com diferentes prioridades & pesos.

O campo de prioridade determina a precedência do uso do URI SIP. A Twilio sempre usará o URI SIP com o valor de prioridade de número inferior primeiro e fará fallback para outros URIs SIP de valor igual ou superior se a sessão para esse URI SIP falhar.

Se um serviço tiver vários URIs SIP de origem com o mesmo valor de prioridade, a Twilio usará o campo de peso para determinar qual URI SIP usar. O valor de peso é relevante somente em relação a outros URIs SIP com o mesmo valor de prioridade.

Priority classifica a importância do URI. Os valores variam de 0 a 65535, onde o número mais baixo representa a maior importância. Weight é usado para determinar o compartilhamento de carga quando mais de um URI tem a mesma prioridade. Seus valores variam de 1 a 65535. Quanto maior o valor, maior a carga fornecida a um URI.

É possível habilitar ou desabilitar um URI SIP de origem. Quando um URI SIP de origem está habilitado, ele está ativo na seleção de rota. Se não estiver habilitado, ele não será usado para rotear o tráfego para a infraestrutura de comunicações.

No exemplo a seguir, os campos de prioridade e peso são usados para fornecer uma combinação de balanceamento de carga e serviços de failover.

URI SIP de origem Prioridade Peso
sip:mysbc1.com 10 60
sip:mysbc2.com 10 20
sip:mysbc3.com 10 20
sip:mysbc-backup.com 20 10

Os três primeiros URIs SIP compartilham uma prioridade de 10, de modo que o valor do campo de peso é usado para determinar qual servidor contatar. A soma dos três valores é 100, portanto sip:mysbc1.com será usado 60% do tempo. Cada um dos URIs SIP sip:mysbc2.com e sip:mysbc3.com será usado para 20% das solicitações. Se sip:mysbc1.com não estiver disponível, essas duas máquinas restantes compartilharão a carga igualmente, já que cada uma delas será selecionada 50% do tempo.

Se os três servidores com prioridade 10 não estiverem disponíveis, o registro com o próximo valor de prioridade mais baixo será escolhido, que é sip:mysbc-backup.com. Observação: se algum destes códigos de status SIP retornar ("2xx", "400", "404", "405", "410", "416", "482", "484", "486", "6xx"), a Twilio não fará failover para o próximo URI SIP de origem. Se não houver resposta SIP de um determinado servidor, a Twilio fará o failover após quatro segundos.

URL de recuperação de desastres

Caso ocorra um desastre que impeça que suas chamadas sejam entregues ao URI SIP de origem acima, configure um URL de recuperação de desastres que direciona para um aplicativo criado no TwiML, a poderosa ferramenta de script da Twilio. Você pode usar o TwiML para criar um aplicativo que gerencia chamadas conforme exigido pelo plano de recuperação de desastres, incluindo a replicação da funcionalidade do PBX (por exemplo, URA).

  • http://fallback.mycompany.com/index

Para obter mais informações sobre como criar o aplicativo TwiML, consulte o [Twilio QuickStart][quickstart] e [TwiML API Guide][twiml]. Observe que quando as chamadas são redirecionadas para o URL de recuperação de desastres, há cobrança de taxas normais do Twilio Voice (consulte [Preço do Voice][voice-pricing].

Pesquisas de CNAM

O acrônimo CNAM significa Caller ID Name (nome de ID do autor da chamada, em português). O CNAM é usado para exibir o nome de quem está ligando ao lado do número de telefone, a fim de ajudar os usuários a identificar facilmente o autor da chamada.

Quando você habilita a CNAM Lookup (Pesquisa de CNAM), o nome de ID do autor da chamada é inserido no SIP INVITE (CONVITE SIP) por meio dos campos "From" (De), "Contact" (Contato) e, se aplicável,"P-Asserted-Identity" para cada autor da chamada.

Observe que as pesquisas de CNAM para números dos EUA e Canadá são cobradas por consulta, mesmo que os dados não estejam disponíveis. Atualmente, a solicitação de pesquisa de nome de ID do autor da chamada para números internacionais retorna valores nulos, mas não são faturadas.

Ative esse recurso usando o console Twilio:

Para habilitar a pesquisa de CNAM usando o console, faça login no console e vá para a seção "Elastic SIP Trunking".

Depois de selecionar um tronco, vá para as configurações "Origination" (Origem) no submenu à esquerda. Nessas configurações haverá um botão para habilitar a pesquisa de CNAM. Você saberá que a configuração foi habilitada quando o botão ficar azul e a palavra "ENABLED" (HABILITADO) aparecer.

  • A pesquisa de CNAM deve ser habilitada por tronco.
  • A pesquisa de CNAM é compatível apenas com números de telefone dos EUA e Canadá.
  • A pesquisa de CNAM é cobrada por consulta bem-sucedida (isso inclui o caso em que o nome não está disponível para um número nos bancos de dados nacionais do CNAM). Sabe-se que muitos números AT&T não são publicados nos bancos de dados nacionais do CNAM.
  • A pesquisa de CNAM será cobrada por consulta bem-sucedida, mesmo se a chamada falhar.

Redirecionamento de chamadas

Com o redirecionamento de chamadas, é possível redirecionar uma chamada de origem de tronco telefônico. A infraestrutura de comunicações pode redirecionar um INVITE (CONVITE) recebido ao responder com um SIP 302 (movido temporariamente). Essa resposta contém um campo de cabeçalho de contato com os novos endereços que devem ser usados nas tentativas.

  • A Twilio oferece suporte a um único redirecionamento por chamada:
    • Se um destino redirecionado também enviar uma resposta SIP 302 para outro destino, a Twilio falhará a chamada.
    • A Twilio honra o primeiro URI da resposta SIP 302: vários URIs no cabeçalho SIP Contact (exceto o primeiro) ou vários cabeçalhos SIP Contact (exceto o primeiro) serão ignorados.
  • Os redirecionamentos de chamada para domínios Twilio (*.sip.twilio.com or *.pstn.twilio.com) não são compatíveis.
  • Se a chamada for para um endpoint SIP registrado, o redirecionamento não será permitido.
  • O parâmetro edge não é compatível com um URI de contato SIP 302. A chamada redirecionada usa o mesmo local de borda de saída da chamada original.
  • O parâmetro tnx não é compatível com um URI de contato SIP 302. A chamada redirecionada usa a mesma conexão de interconexão da chamada original.
  • Se o (#tronco telefônico seguro) [Secure Trunking]for usado para o INVITE (CONVITE) original, a chamada redirecionada também usará TLS/SRTP
  • Se a (#gravação de chamadas) [Call Recording]for usada para o INVITE (CONVITE) original, a chamada redirecionada também será gravada.

SIP Diversion Cabeçalhos

Origem de tronco telefônico

Quando a Twilio recebe tráfego de entrada em seus números da Twilio da PSTN para ser direcionado à sua infraestrutura de comunicações, ela adicionará um cabeçalho Diversion SIP com o número Twilio discado. Este cabeçalho serve como um registro histórico que indica que a chamada foi desviada do número discado para o URI SIP de origem do tronco SIP. Um exemplo do Diversion que este cabeçalho pode parecer é mostrado abaixo.

Diversion: <sip:+14155550000@twilio.com>

Terminação de tronco telefônico

Quando a Twilio recebe tráfego de saída de sua infraestrutura de comunicações para a PSTN, sua mensagem SIP pode, às vezes, incluir cabeçalhos Diversion SIP se a chamada tiver sido encaminhada anteriormente. A Twilio encaminhará os cabeçalhos Diversion SIP recebidos às operadoras.

Números

Nesta aba, você pode:

  • Comprar um novo número Twilio para o seu tronco
  • Visualizar todos os números Twilio atualmente associados a esse tronco
  • Associar um número Twilio existente a esse tronco
  • Desassociar um número Twilio desse tronco

Visualizar todos os números Twilio atualmente associados a esse tronco

Na seção "Numbers" (Números), você pode ver todos os números atualmente associados a esse tronco. Lembre-se de que todos esses números compartilham as mesmas configurações gerais & de origem.

Você pode clicar em um determinado número para visualizar/modificar a configuração.

Comprar um novo número Twilio para o tronco

É necessário ter, pelo menos, um número de telefone Twilio para poder receber chamadas da RPTC para a infraestrutura de comunicações pelo tronco da Twilio.

Certifique-se de que todas as alterações de configuração do tronco foram salvas e, em seguida, na seção "Numbers" (Números) selecione "Buy a Number" (Comprar um número).

Selecione o código do país e procure números disponíveis que correspondam a qualquer padrão (por exemplo, +14158675309) que você queira encontrar no número.

Depois de encontrar o número Twilio que gostaria de comprar, finalize a compra e continue a configuração do número.

Você será direcionado para a visualização do número, onde será possível modificar a configuração do número em questão.

Na seção "Voice" (Voz), selecione o botão de opção "SIP Trunking" e, na lista suspensa abaixo, selecione o SIP Trunk desejado ao qual você gostaria de associar este número. Não se esqueça de salvar as alterações da configuração.

Associar um número Twilio existente a esse tronco

Na seção "Numbers" (Números), selecione "Associate a Number with this Trunk" (Associar um número a este tronco) e Uma lista de todos os números Twilio existentes será exibida. Clique naquela que você gostaria de associar este tronco.

Você será direcionado para a visualização do número, onde será possível modificar a configuração do número em questão. Na seção "Voice" (Voz), selecione a opção "SIP Trunking" e, na lista suspensa abaixo, selecione o SIP Trunk ao qual você gostaria de associar este número. Não se esqueça de salvar as alterações nas configurações.

Desassociar um número Twilio desse tronco

Você pode desassociar um número de um tronco de várias maneiras:

  • Na seção "Numbers" (Números) de um determinado tronco, você pode desassociar diretamente um número de telefone da lista de números exibida clicando no botão da lixeira.
  • Ao alterar a configuração "Voice" (Voz) de um determinado número para um tronco diferente ou ao configurá-lo com um aplicativo ou URL.
  • Ao excluir o tronco associado a esse número.

Observe que, quando você faz isso, o número é desassociado do tronco, mas não é liberado de sua conta.

Os números de telefone Twilio são cobrados mensalmente. A menos que você esteja usando um número ativamente, ou deseje manter um número reservado para uso futuro, você pode reduzir os custos liberando números não utilizados. Para liberar o número, vá para a seção "Voice and Messaging" (Voz e mensagens), clique em "Numbers" (Números) e libere o número desejado por meio desta página.

Receber sua primeira chamada de origem

Faça sua primeira chamada de teste discando o número Twilio do tronco, por exemplo, +14158675309, e garanta que a extensão da infraestrutura de comunicações correspondente emita o toque.

Excluir um tronco

Você pode excluir um tronco:

  • Na seção "Trunks" (Troncos), usando a lista de troncos exibida. Observe que, quando você fizer isso, todos os números associados a este tronco serão automaticamente desassociados do tronco, mas não serão liberados. Para liberá-los, vá para a seção "Voice and Messaging" (Voz e mensagens), clique em "Numbers" (Números) e libere os números desejados por meio desta seção.
  • Em qualquer uma das telas de configuração específica do tronco, você terá a opção para "Delete this Trunk" (Excluir este tronco).

Observe que, quando você fizer isso, todos os números anteriormente associados a este tronco serão desassociados do tronco, mas não serão liberados da sua conta. Os números de telefone Twilio são cobrados mensalmente. A menos que esteja usando um número ativamente, ou deseje manter um número reservado para uso futuro, você pode reduzir os custos liberando números não utilizados. Para liberar o número, vá para a seção "Voice Messaging" (Voz e mensagens), clique em "Numbers" (Números) e libere o número desejado por meio desta seção.

Sua rede

Prepare a infraestrutura de comunicações para garantir que a infraestrutura SIP tenha conectividade com a Twilio e vice-versa.

  • Configure seus URIs de terminação para o tronco Twilio, usando, de modo opcional, um URI de terminação localizado, se você quiser se conectar manualmente a um local geográfico de borda da plataforma Twilio.
  • Permita todos os endereços IP de sinalização e mídia da Twilio e as portas no firewall.
  • Configure sua infraestrutura para que ela não esteja registrada neste tronco.
  • Garanta que a infraestrutura envie um valor mínimo de 20 para Max-Forwards a fim de garantir que sua chamada seja processada com êxito.
  • Certifique-se de que todos os números de telefone enviados pelo SIP para a Twilio estejam sempre no formato E.164.
  • Opcionalmente, configure a infraestrutura de comunicações para emitir mensagens SIP OPTIONS (OPÇÕES SIP) como um mecanismo de ping para seu Elastic SIP Trunk (envie a solicitação de mensagem para: o URI de terminação que você criou (example.pstn.twilio.com)); a plataforma Twilio responde adequadamente. Mantenha o Ping inferior a 1 SIP OPTIONS (OPÇÕES SIP) a cada 10 a 15 segundos, para evitar que as solicitações sejam banidas pela nossa plataforma.

Implantação por trás de um NAT

Se você está implantando por trás de um NAT, sem um controlador de seção de borda, é importante manter a vinculação de tradução NAT aberta.

  • Ao usar o UDP para fins de sinalização, envie periodicamente o SIP OPTIONS (OPÇÕES SIP) para a Twilio, que responderá com "200OK".
  • Ao usar o TCP ou o TLS para fins de sinalização, envie periodicamente o SIP OPTIONS (OPÇÕES SIP) para a Twilio, ou a conexão persistente CR-LF. Para isso, envie periodicamente um CRLF duplo (o "ping") e espere até receber um CRLF único (o " pong") da Twilio. O último tem a menor sobrecarga.
  • No caso do RTP, isso geralmente apresente menos problemas, pois os pacotes de mídia são enviados com mais frequência.

Endereços IP

Você DEVE permitir TODOS os seguintes intervalos de endereços IP e portas da Twilio em seu firewall para fins de sinalização SIP e tráfego de mídia RTP. Isso é importante se você tiver números em diferentes locais de borda e para fins de resiliência (por exemplo, se os gateways da Virgínia, na América do Norte, estiverem desativados, os gateways do Oregon, na América do Norte, serão usados). A Twilio não garante de qual local de borda a mídia sairá sem usar o parâmetro edge, pois ele pode depender de qual gateway RPTC-SIP entrega a chamada para determinado local de borda da Twilio.

Consulte IP addresses Elastic SIP Trunking da Twilio para ver a lista completa.

Para obter mais informações sobre como configurar a infraestrutura com o Elastic SIP Trunking da Twilio, consulte os configuration guides do SIP Trunking.

Rate this page:
        
        
        

        Obrigado pelo seu feedback!

        Não medimos esforços para melhorar nossa qualidade de documentação, e seu feedback é valioso para nós. Selecione o(s) motivo(s) para seu feedback ou forneça informações adicionais sobre como podemos melhorar:

        Enviando seu feedback...
        🎉 Obrigado pelo seu feedback!
        Algo deu errado. Tente novamente.

        Obrigado pelo seu feedback!

        Indique-nos e obtenha $10 em 3 etapas simples!

        Etapa 1

        Obtenha o link

        Obtenha um link de indicação pessoal gratuito aqui

        Etapa 2

        Dê $10

        Seu usuário se inscreve e faz a atualização usando o link

        Etapa 3

        Ganhe $10

        1.250 mensagens SMS grátis
        OU 1.000 min de voz grátis
        OU 12.000 chats
        OU mais